Âmbar Báltico
Bebês e Crianças Saúde

Colar de Âmbar Báltico Funciona?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Há alguns dias estou usando o colar de âmbar báltico nas meninas e o pessoal no instagram reparou e já surgiram algumas perguntas sobre eles. Então resolvi falar sobre o âmbar aqui. Será que o âmbar báltico funciona?

Eu ainda estou testando e confesso que a minha opinião não é 100% certa, mas, por enquanto, seria exagero dizer que não viveria sem o colar, porém, acredito que tem sim ajudado por aqui. Quero passar pela fase de dentição da Camille e aí atualizo minhas impressões mas por enquanto são positivas.

As duas estavam usando (digo, estavam, pois, essa semana Fernanda perdeu o colar dela para minha tristeza!).

Resolvi testar com a Fernanda, apesar dela ser mais velha, pois, vi que mesmo em adultos ele faz efeito. Optei pelo colar justamente porque queria benefícios na região da garganta. Fefê há meses estava com uma infecção na garganta que não ia embora e por mais íncrivel que pareça, no mês que usou o colar, não teve nadinha na garganta, nem tosse, nem incomodo… só por isso as tais pedrinhas já ganharam minha simpatia.

Outro ponto que observei com a Fernanda, foi um dia que ela reclamou muito de dores musculares na perna, tirei o colar do pescoço e coloquei como tornozeleira, ela dormiu com ele, e sem uso de remédio as dores sumiram. Pode ser coincidência mas, mais uma vez o colar estava lá.

Com a Camille eu tenho revezado entre o uso do colar e dele como tornozeleira. Não me sinto segura com ela dormindo com o colarzinho, então sempre troco a noite e coloco no tornozelo. Aliás, acho bem mais seguro assim.

Como eu disse, quero passar pela fase da dentição pra dar meu parecer com 100% de certeza mas por enquanto também só posso dizer que o colar de âmbar estava lá quando ela teve um febrão que sumiu sozinho, sem precisarmos medicar. 

Continuarei observando e vou contando para vocês… mas as primeiras impressões foram bacanas e confesso que queria uma pulseira pra mim e uma pro marido (e outro colar pra Fefê que perdeu o dela), ou seja, to botando fé nas pedrinhas.

E para quem não conhece, vou compartilhar algumas informações sobre o âmbar.

As informações tem como fonte o site:  http://www.ambarbaltico.com.br que é a loja onde adquirimos os nossos, eles tem certificado e garantia. Aliás, não comprem sem saber a procedência. Se o âmbar não for original não adiantará de nada.

Pesquisas científicas recentes revelam que o ácido succínico, presente no colar de âmbar báltico, tem uma influência muito positiva sobre o corpo humano, ajudando a melhorar a imunidade e o equilíbrio de ácidos quando absorvidos pela corrente sanguínea, gerando, desta forma, inúmeros benefícios do colar de âmbar para a saúde. O ácido succínico também atua como um poderoso relaxante neuromuscular, além de ter propriedades analgésicas e anti-inflamatórias.

Em contato com a pele, o âmbar báltico aquece e libera o ácido succínico, que é absorvido pelo organismo, promovendo seus benefícios e acelerando o processo de cura natural e de equilíbrio das energias do corpo de quem o está usando.

Para bebês e crianças o colar de âmbar, contribui para tranquilizar e aliviar os sintomas na fase da dentição e também é capaz de reduzir processos inflamatórios de gengiva, garganta e ouvidos. Além disso, o âmbar tem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias. É um calmante natural, descartando o uso de remédios em algumas situações. Estimula e melhora o sistema imunológico, auxiliando na recuperação mais rápida de gripes e febres.

Em adultos é um antibiótico e anti-inflamatório natural. Estimula e melhora o sistema imunológico. Pode auxiliar no tratamento de reumatismo, tendinites e artrites. Ajuda no tratamento da garganta, fígado, vesícula, bexiga, baço e rins. É antioxidante, auxiliando na alcalinização do sangue. Contribui para o alívio do estresse e da ansiedade.

Para obter ao máximo os benefícios do colar de âmbar báltico, considere as seguintes formas de uso:

1) Para obter os benefícios terapêuticos, o âmbar deve estar em contato contato direto e contínuo com a pele – o máximo de tempo possível. Os colares devem ser usados por baixo de camisetas, tornozeleiras por debaixo de calças, etc.

2) Utilize a joia de âmbar mais próxima ao local onde deseja seu efeito. Para desconforto na cabeça ou pescoço, prefira o colar. No caso de dores, artrites ou tendinites no pulso, mãos ou braços, utilize uma pulseira. No caso de desconforto nos pés ou pernas, prefira utilizar uma tornozeleira.

3) Para usufruir dos benefícios do colar de âmbar, ele deve ser de âmbar do mar báltico, que tem maior concentração do ácido succínico.

Existem peças falsas, mas calma! Tem com saber se você adquiriu uma peça original, ou não!

Teste de autenticidade

1- Coloque uma ou duas gotas de acetona ou álcool em uma das contas do colar. Se ficar viscosa, pegajosa ou alterar a cor, não é âmbar.

2- Misture uma parte de sal com duas de água. Coloque uma peça de âmbar: se boiar, é autêntica.

3- O âmbar é morno ao toque, diferente das imitações de vidro, que são sempre mais frias que a sua pele.

4-O âmbar tem energia estática. Pique papeizinhos e esfregue o âmbar com as mãos, se ele atrair os papeizinhos é original

Para segurança do bebê, observe os seguintes pontos:

1- O colar deve ter entre 33 e 36 cm para que não fique muito frouxo ou muito apertado

2- Entre as contas deve ter um nó. Assim caso arrebente apenas uma pedrinha vai cair.

3- O fecho deve ser de rosca

4- Não deixe o bebê dormir com o colar (eu a noite sempre coloco no tornozelo)

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Add Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Publicidade

Parceiros

Siga-nos no Instagram

Voltar ao topo