Talline Sapatilhas
Variedades

Dicas naturais para evitar gripes e resfriados

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

DICAS NATURAIS PARA EVITAR GRIPES E RESFRIADOS! 

O inverno se foi, é importante não se descuidar e adotar medidas simples para manter-se livre das gripes e resfriados. A transmissão do vírus acontece pelas vias aéreas respiratórias ou pelo contato com objetos infectados em qualquer época do ano. Apesar do inverno ser propício para propagação das gripes e resfriados, o aumento da temperatura traz hábitos perigosos. A alternância entre ambientes externos quentes e ambientes internos gelados ou a exposição ao sol intenso, por exemplo, podem ser vilãs para quem está com a imunidade baixa.

Para estimular a imunidade e, consequentemente, estar livre de doenças, a Weleda – empresa suíça líder mundial no desenvolvimento de medicamentos e cosméticos com ingredientes naturais e orgânicos – separou sete dicas simples e naturais que ajudarão pessoas de todas as idades a manter-se saudável durante todo o ano.

Roupas adequadas

Segundo Fabricio Dias, médico antroposófico e consultor da Weleda, o que protege a saúde tanto do frio como do calor é a qualidade da roupa. Assim, é preciso evitar roupas sintéticas e dar preferência ao algodão, por exemplo.

Comida saudável sempre

O ideal é comer legumes e verduras cozidos e carnes grelhadas. Sementes como castanha-de-caju e castanha-do-pará também ajudam a nutrir de forma integral o organismo. “Recomendamos dar preferência aos produtos orgânicos ou biodinâmicos, pois eles reforçam a imunidade do corpo”, diz Dias. A água também é uma importante aliada.

Hábitos de higiene

Lavar as mãos com frequência e não colocá-las na boca, nos olhos e no nariz, e espirrar e tossir usando o braço como proteção são hábitos fundamentais para a prevenção de doenças, em qualquer período do ano. Para quem tem crianças em casa, Dias sugere que os adultos façam essas atividades na frente delas, sempre ressaltando os benefícios de agir assim. Desse modo, os pequenos incorporarão esses hábitos saudáveis em suas rotinas naturalmente.

Drible a baixa qualidade do ar

Com o tempo seco e o ar poluído, as vias aéreas ficam mais sobrecarregadas, deixando o corpo mais propenso a infecções. Para driblar essa condição, importante aplicar soro fisiológico no nariz, em especial nas crianças, evitando assim o ressecamento da mucosa.

Também cuide muito bem do seu ar condicionado. Manter o filtro limpo é importantíssimo para evitar a proliferação do vírus. Além disso, como para diminuir a temperatura ele suga o ar do ambiente e retira a umidade, o ideal é aumentar a oferta de água no cômodo. No carro, deixe sempre uma fresta da janela aberta e não descuide da manutenção.

Por último, evite o choque térmico ao transitar do calor do ambiente externo para o frio de um ambiente climatizado. Isso gera uma reação de defesa do corpo, baixando a imunidade e deixando o corpo mais sucetível ao vírus. Os alérgicos precisam tomar cuidado redobrado: a queda brusca de temperatura pode desencadear casos de rinite, bronquite, entre outras doenças.

Sem friagem

Para tirar a friagem do corpo e também relaxar, o escalda-pés é uma solução simples e rápida que pode ser feita a qualquer momento. Segundo o médico da Weleda, quando uma pessoa é aquecida, há uma espécie de convocação para que as células de defesa fiquem mais ativas.

“O calor, que nas extremidades do corpo provoca leve vermelhidão graças à dilatação dos vasos sangüíneos, também torna nossas células de defesa (em especial os glóbulos brancos chamados de granulócitos) mais ativas e capazes de nos proteger melhor. Assim, ao realizarmos um escalda-pés, estamos levando calor para todo o organismo por meio do sangue que flui da extremidade até o centro, melhorando de forma notável o funcionamento do sistema imune”, afirma Dias. Outra forma de aquecer o corpo é por meio da ingestão de chás. Existem ervas medicinais, como erva-doce, camomila e violeta, que auxiliam na prevenção e no tratamento das doenças. 

Sol (com moderação) ajuda

A Medicina Antroposófica – prática que busca compreender e tratar o ser humano considerando sua vida emocional, sua individualidade e sua relação com a natureza – sugere que, sempre que possível, as pessoas se exponham ao sol, por um momento breve, para ajudar na síntese da vitamina D, que também é imunoestimulante. Mas não exagere, pois sol em excesso pode causar desidatração, deixando o corpo vulnerável.

Exercícios são essenciais

O medico antroposófico reforça que a atividade física é muito importante para a imunidade, já que, ao ativar a circulação, o resultado é um processo de calor, que é a base para o funcionamento do sistema imune. Caminhar de três a quatro vezes por semana é de grande valia.

Pauta sugerida por Weleda

Tags

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Siga-nos no Instagram

Voltar ao topo