Talline Sapatilhas
Desabafos Geisa Mãe e Mulher

Coisas de uma mãe de segunda viagem !

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

São pensamentos de uma mãe de segunda viagem que quero compartilhar com vocês

Quando o “não vejo a hora”, da lugar ao “mas já?”

No primeiro filho é um tal de:
– Não vejo a hora dele andar!
– Não vejo a hora dele falar – Tomara que chegue logo a hora de dar papinha.
– Quando será que vai desmamar?
E por aí vai…

Nós quase adiantamos o relógio para ver se o tempo anda rápido.

A ansiedade das novas conquistas e descobertas e tão grande que nem percebemos mas quando nos damos conta ele já andou, já fala igual tagarela, toma banho sozinho, fica banguela…e já tem uma independência enorme perto daquele bebezinho que enquanto nós queríamos que crescesse…

Aí vem o segundo filho é o cenário muda!
Passamos a achar o tempo veloz demais.
É um tal de:
– Mas já perdeu as roupas P!
– Logo já começa a comer frutinha!
– Já tá quase andando.
Falta pouco implorarmos pro tempo parar. Esse mesmo tempo implacável e veloz que levou o primeiro bebezinho tão rápido, sem percebermos, insiste em levar o segundo também.

Nós amamos a criança, o adolescente e até o adulto que o tempo nos deixa para chamarmos de filho…mas o coração sempre ter a saudade daquele pezinho pequeno, do cheirinho…
Não vamos nem lembrar das noites em claro só do primeiro sorriso e de cada conquista.

Deve ser por isso que quando nasce o segundo filho a gente se joga e vive cada segundo na espera de que ele dure horas.
No final lá se foi mais um dia, um mês… um ano… com isso lá se vai o bebezinho… mas a gente aprende que o tempo não espera por nós e que precisamos valorizar cada momento, viver um dia de cada de vez, porque logo tudo vira saudade.a

Texto: Geisa Simonini

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Siga-nos no Instagram

Voltar ao topo