Talline Sapatilhas
Uncategorized

Alergias! Perguntas e Respostas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Você sabia que a alergia atinge de 30 a 40% da população do mundo?
Aqui em casa mesmo, ela se faz mega presente! Eu sou alérgia em todos os sentidos e a Fernanda tem alergia a picada de insetos. 
Para sanar algumas dúvidas sobre o tema, convidamos o alergologista na Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Dr. Alexandre Okamori, para responder algumas perguntas:
– De que forma as alergias se manifestam?

As alergias podem se manifestar das mais diversas formas, desde sintomas respiratórios como espirros, coriza, tosse e chiado no peito a manifestações cutâneas, como coceira e lesões de pele, além de sintomas gastrointestinais, como cólica ou diarreia.

– Quais os ambientes e temperaturas mais propícios para alergias respiratórias?

De maneira geral, as alergias respiratórias ocorrem devido ao pó e aos ácaros que vivem em nossas casas, especialmente nos quartos. Eles gostam de sombra e umidade. É claro que fatores como poluição e baixa umidade relativa do ar, devido aos longos períodos sem chuvas, também são prejudiciais aos alérgicos.

– Quais as alergias respiratórias mais comuns?

As alergias respiratórias mais comuns são: rinite e asma. No caso da rinite (ou rinoconjuntivite) os sintomas principais são: coriza, espirros, obstrução nasal, prurido nasal e/ou nos olhos, lacrimejamento e vermelhidão. Pode ocorrer também tosse e até perda de olfato. Já a asma pode se manifestar com falta de ar, tosse aos esforços, chiado no peito e cansaço. Tanto a rinite quanto a asma podem ocorrer por alergia ao pó, mofo, pelo de animais, produtos com cheiro forte e mudanças climáticas.

– Quais os ambientes mais propícios para alergias de pele?

As alergias de pele podem ter causas variadas e vários desencadeantes de coceira e irritação da pele. O calor excessivo, o uso de roupas de tecido sintético, o banho muito quente e o contato com produtos químicos são fatores que podem causar piora na alergia da pele.

– Por que algumas pessoas têm reações alérgicas mais graves, que podem levar ao choque anafilático?

Existem pessoas que, devido a uma maior intensidade da alergia, podem apresentar um quadro grave, com manifestações sistêmicas, chamado anafilaxia. Nesse caso, a pessoa pode ter, além dos sintomas já descritos, hipotensão, falta de ar, inchaço no rosto e vias respiratórias (edema de glote) e pode vir a falecer.

– O que acontece com o organismo durante o choque anafilático e quais as medidas de socorro que devem ser tomadas?

A anafilaxia, ou choque anafilático, é uma reação sistêmica do corpo contra algum agente estranho (alérgeno), com liberação de histamina e uma série de outras substâncias, que levam a diversas manifestações: taquicardia, sudorese, mal estar, hipotensão, confusão, inchaço no rosto e vias aéreas, dificuldade para engolir e desmaio. Esse quadro pode evoluir rapidamente e o melhor é levar a pessoa ao atendimento médico mais próximo.

– Existem sinais que anunciem o choque anafilático?

Os sinais e sintomas da anafilaxia podem ser variados, mas deve-se pensar nesse quadro se algum dos sintomas acima ocorrer numa pessoa que comeu algo diferente, tomou picada de abelha ou vespa ou tomou algum medicamento.

– Quais são os componentes mais comuns nas fórmulas dos medicamentos antialérgicos?

Os medicamentos antialérgicos contêm anti-histamínicos: eles bloqueiam a ação da histamina que é liberada na alergia. Os medicamentos mais antigos causam mais sonolência, os mais novos, no geral, não. Pode haver associação de um anti-histamínico com um corticoide, que tem uma ação anti-inflamatória (e antialérgica) ou com um descongestionante, em casos de obstrução de vias aéreas.

– Alguns pacientes também reclamam de que os antialérgicos levam ao inchaço do organismo ou ganho de peso. Essa relação existe?

Os antialérgicos associados a corticosteroides podem levar a aumento do peso porque eles aumentam o apetite e provocam retenção de líquido, então o ideal é evitar o uso prolongado ou frequente desses medicamentos.

Fonte: Dr. Alexandre Okamori, dermatologista na Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.
Sugestão de pauta enviada pela rede São Camilo.

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Siga-nos no Instagram

Voltar ao topo