Talline Sapatilhas
Uncategorized

Acidentes domésticos com crianças: Dicas de como evitá-los!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

É natural que uma criança seja curiosa e que explore o mundo tentando descobrir coisas novas! Quem deve oferecer um ambiente seguro para que nenhum imprevisto atrapalhe essa fase de descobertas e aprendizados é o adulto!

Os acidentes domésticos podem e devem ser prevenidos. O exemplo dos pais é o primeiro passo para que os filhos não sejam impulsivos em momentos de perigo!
Se os cuidados forem seguidos no dia-a-dia fica mais fácil fazer com que as crianças assimilem informações.

E como podemos evitar ou minimizar possíveis acidentes?
Separamos algumas dicas!


Afogamento
Nunca deixe recipientes como baldes, bacias, banheiras cheios de água, após o uso sempre esvazie-os e se possível deixe-os virado apra baixo. para que uma criança se afogue bastam 2,5 cm de profundidade.
No caso da piscina: As infantis devem ser tampadas ou esvaziadas após o uso, As piscinas residenciais devem ter barragem de acesso para crianças!

Atropelamento
Crianças menores de 10 anos não devem andar pela rua desacompanhadas e desde cedo devem ter orientações de educaçao no trânsito.
Seja o exemplo e jamais atravesse a rua correndo ou fora da faixa na frente do seu filho, ele certamente fará isso depois.

Asfixia
Sacos, fios e cordas oferecem risco de asfixia! Mantenha-os em local seguro, longe do alcance dos pequenos.
Envenenamento
Produtos de higiene, limpeza, remédios e os venenos para insetos e etc, devem ser mantidos em locais altos, fechados e longe da visão de crianças!
Muitos remédios parecem bala e isso faz com que a criança que vê acabe querendo consumir!

Quedas
Escadas devem conter portões de proteção, sacadas e janelas devem ter redes de contenção! E pisos escorregadios também não são indicados em casas com pequenos ou idosos.

Queimadura
A mioria delas acontece na cozinha que com certeza não é lugar de criança, principalmente durante o preparo das refeições. O ferro de passar também oferece perigo!
Velas, fósforos, isqueiros e cigarros também causam queimaduras e devem ser mantidos longe do alcance e visão dos pequenos.

Crianças muito pequenas não tem noção de perigo, essa noção e a sensação de medo aparece por volta de cinco anos, até então, mesmo que já tenha sofrido algo ela pode repetir o mesmo erro sem perceber que se machucará de novo!
Assim que começam a engatinhar o cuidado deve ser dobrado, pois a criança já consegue puxar, subir e afins.
Para diminuir o perigo torne os ambientes o mais seguro possíveis! Faça uso de tudo que estiver ao seu alcance, o investimento vale a pena!
A conversa é a melhor forma de ensinar o correto e o errado, mas só isso não basta, temos que ser cautelosos e não deixar acontecer!

Algumas medidas nos cômodos da casa podem ajudar, veja:

Na área de serviço
Tanque: Deve estar bem preso à parede e nunca deixe uma criança se debruçar no tanque, além disso dê preferencia aos de ceramica ou aluminio por serem mais leves.
Baldes: Deixe-os em local de difícil acesso, sempre vazios e virados para baixo. Neles, as crianças podem ingerir produtos tóxicos ou se afogar.
Produtos de limpeza: devem ser guardados sempre em seu frasco original (frascos de refrigerante ou sorvete podem confundir a criança que achá-los), longe das crianças, em locais altos ou trancados.
Tábua e ferro de passar: dê preferência às tábuas fixas. O ferro deve estar sempre desligado. Quando estiver passando roupa, a criança não deve estar por perto.
No banheiro
Vaso sanitário: Este item merece muita atenção, afinal são inúmeros os riscos, entre eles queda caso a criança suba sozinha, afogamento no caso dela se debruçar e cair de cabeça no vaso e até contaminação se a mão que for colocada nele for levada a boca!
O que fazer: A tampa deve permanecer sempre fechada, de preferência com trava própria para crianças não abrirem.
Caso a criança utilize o vaso para suas necessidades, deixe-o sempre com o redutor de assento e esteja sempre por perto.
Piso: A melhor opção de piso é o azulejo, de fácil higienização e menos escorregadio. Os tapetes de plástico com ventosas, que são fixados ao chão, são os mais seguros. Aposte nas fitas adesivas antiderrapantes, também.
Na cozinha
Fogão: Dê preferência as bocas de trás e deixe o cabo sempre para dentro. 
O ideal é manter as crianças fora da cozinha, mas, caso esteja presente, deixa-a longe do forno.
Pia: Cuidado com facas e objetos cortantes ou de vidro deixados na beirada, a criança pode puxá-los.
Escorredor de louças: o ideal é escorrer a louça enquanto está por perto. Assim que terminar de lavar, guarde os artigos no armário.
Na sala
Aparelhos eletrônicos: TVs devem estar fixas à parede e DVDs, videocassetes e afins, ao móvel, vale usar fita dupla face. A fiação dos eletrônicos também deve estar devidamente presa e protegida.
Tomadas: os protetores de tomada são simples, tem preços acessíveis e são encontrados facilmente. A precaução diminui riscos de queimaduras e choques.
Cortinas: a melhor cortina é a horizontal, que não chega à altura das crianças. Evite cortinas com puxadores e cordas, que podem causar enforcamentos.

Quarto
Beliches: não são indicadas para menores de 6 anos, mas caso sejam a unica opção use grades de proteção nas laterais.
Andadores: não são recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria, pois pode comprometer o desenvolvimento e causar sérias quedas.
Ao trocar um bebê, mantenha sempre uma mão segurando-o evitando assim que ele role e caia da cama ou do trocador.
Portas: Coloque protetores para que as portas não batam nos dedinhos das crianças.

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Siga-nos no Instagram

Voltar ao topo