Talline Sapatilhas
Uncategorized

Shantala – Massagem para bebês

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Que os diferentes tipos de massagem que trazem inúmeros benefícios para os adultos nós já sabemos, mas você sabia que as crianças tambem podem e devem ser beneficiadas pela prática de massagem?
Não é preciso ser expert em massagem, apenas o toque já é muito importante para nossos pequenos. Através do toque o vínculo com o cuidador é fortalecido!
Outro beneficio das massagens é que elas são capazes de aliviar os pequenos incomodos que são bastante comuns à infância, como dores de cabeça e prisão de ventre a temida cólica.

A Shantala é uma técnica indiana e pode ser realizada me crianças a partir do primeiro mês de vida até os três anos de idade (ou mais).
Você utilizar um óleo específico para crianças para ajudar as mãos a deslizarem. A massagem faz a criança sentir prazer a segurança, além de relaxar e tudo isso junto remete a sensações que ela sentia no ambiente intra-uterino e é por isso que ela reforça o vínculo entre a criança e o cuidador.


Os benefícios da Shantala são muitos:
SISTEMA GASTRO-INTESTINAL – Ajuda a digestão, alivia as cólicas, os gases e reduz a dor intestinal. 
SISTEMA RESPIRATÓRIO – Promove equilíbrio da respiração e facilita a libertação de expectoração. 
SISTEMA CIRCULATÓRIO – Auxilia a circulação e promove aumento de oxigênio que contribui para a eliminação de toxinas. 
SISTEMA MUSCULAR – Produz efeito relaxante e tonificante.


O ROSTO 
Nesta área não indica-se o uso de óleo.
Ajuda a estimular a musculatura, preparando a face do bebê para expressar melhor os sentimentos. Como trata-se de uma área muito sensível a pressão deve ser pequena.
Com os polegares no centro da testa, afaste-os, seguindo para o lado acompanhando a linha das sobrancelhas. Retorne ao ponto inicial e reinicie o movimento, avançando sempre mais, até contornar os olhos 
A partir do centro da testa, deslize os polegares suavemente, passando pelas laterais do nariz em direção as bochechas, fazendo um pouco mais de pressão nesta região 
Deslize os polegares partindo das sobrancelhas, passando pelos olhos (fechando-os), pelas bochechas, até os maxilares. Continue o movimento, acompanhando o maxilar inferior até as orelhas.


BRAÇOS E MÃOS
A massagem nos braços e nas mãos, assim como nas pernas e pés, fortalece os músculos e as articulações, ativa a circulação e o sistema nervoso central, preparando o bebê para engatinhar e andar.
Com uma das mãos segure o braço do bebê na altura do ombro e deslize a outra mão em direção ao pulso. Recomece o movimento sempre alternando a ordem das mãos.
Envolva com as duas mãos o braço do bebê na altura dos ombros. As mãos partem juntas em direção ao punho, em movimentos opostos de vai-e-vem, torneando suavemente o braço. Chegando ao pulso, recomece pelo ombro. Use mais óleo para facilitar este movimento.
Para este movimento, não reaplique o óleo em suas mãos. Com os polegares, abra a mão do bebê massageando do centro em direção aos dedos, deslize a palma de sua mão na palma da mão do bebê.

PERNAS E PÉS
Repita os mesmos movimentos feitos com os braços e mãos nas pernas e pés
Com uma das mãos, segure a coxa do bebê e deslize a outra mão em direção ao tornozelo. Recomece o movimento sempre alternando a ordem das mãos.
Envolva com as duas mãos a perna do bebê, na altura da coxa. As mãos partem juntas em direção ao pé, em movimentos opostos de vai-e-vem, torneando suavemente a perna. Chegando ao pé, recomece pela coxa novamente. Use mais óleo para facilitar este movimento.
Comece massageando a planta dos pés. Primeiro o seu polegar parte do calcanhar em direção a cada dedo. Faça uma leve pressão em cada dedinho do pé. Termine passando a palma da sua mão na planta do pé.


O PEITO
Os movimentos no peito ajudam a eliminar a tensão da caixa torácica e a ampliar a respiração.
Coloque as mãos lado a lado no centro do peito do bebê. Deslize as mãos para os lados passando pelos ombros, braços e mãos.
Apóie as mãos na parte inferior da barriga do bebê, afastadas e próximas à lateral do tronco. Com uma das mãos, cruze o tronco do bebê de baixo para cima na diagonal, até passar a borda externa da mão na lateral do pescoço. Neste momento, inicie o movimento com a outra mão na direção oposta. Alterne sucessivamente as mãos.

A BARRIGA
Os movimentos nesta região facilitam o funcionamento dos intestinos e a aliminação dos gases, trazendo alívio para as cólicas. 
A direção da massagem é sempre do peito para baixo e, nos movimentos circulares, o sentido é horário, acompanhando o caminho das fezes e gases no intestino.
Coloque uma das mãos na base do peito e deslize- a até a parte inferior da barriga. Quando uma mão termina, a outra recomeça, num movimento de ondas.
Segure os tornozelos do bebê e com as pernas elevadas, repita o movimento anterior com o antebraço.
Faça movimentos circulares com as mãos ao redor da barriga, no sentido horário.


AS COSTAS
A massagem nas costas e na coluna traz equilíbrio, eixo e sentido de harmonia para o bebê. Para massagear esta região, vire o bebê de costas (sobre sua perna ou sobre o colchão à sua frente) posicionando o corpinho dele perpendicularmente ao seu tronco e com a cabeça voltada para seu lado esquerdo.
Coloque as mãos na nuca e vá descendo até as nádegas, massageando as costas com um movimento de vai-e-vem das mãos. Volte para a nuca com os mesmos movimentos.
Coloque a mão direita sobre as nádegas do bebê, onde deve permanecer para oferecer sustentação. Deslize a mão esquerda a partir da nuca sobre a coluna em direção às nádegas, até as mãos se encontrarem.
Segure com a mão direita os pezinhos do bebê. Deslize a mão esquerda da nuca até os calcanhares.

EXERCÍCIOS FINAIS
Esses exercícios completam o relaxamento e podem ser feitos no final, antes ou independente da massagem. São importantes para aliviar a tensão nas articulações. Especiais para iniciar a massagem com bebês mais ativos
Segure as mãozinhas do bebê e cruze os braços sobre o peito. Alongue-os delicadamente e cruze novamente.
Segure braço e perna opostos e cruze-os sobre o tronco do bebê. Alongue os delicadamente e repita com o outro braço e perna.

BANHO
Termine a massagem com um banho, se for possível 
O contato com a água morna é muito prazeroso e relaxante, pois permite reviver as fortes sensações da vida intra-uterina. 
A banheira deve estar cheia para que o bebê fique imerso na água e possa aproveitar o relaxamento.

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Siga-nos no Instagram

Voltar ao topo