A MinhaLigthbox é um produto feito com exclusividade que vai deixar seu ambiente ainda mais perfeito!!
Passeios e Entretenimento Variedades

Imediatismo dos pais pode afetar o desenvolvimento das crianças

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Estive em um evento promovido por TYLENOL® que reuniu especialistas para debater a importância das atitudes conscientes no universo infantil
Um time de especialistas e um assunto recorrente nas relações familiares: o imediatismo. Rosely Sayão, psicóloga e educadora, Ana Raia, coach de vida e carreira, e o médico e presidente do Congresso Brasileiro de Urgências e Emergências Pediátricas, Hany Simon, debatem o tema da campanha TYLENOL® “Cuidar é mais que aliviar”.
O imediatismo é cada vez mais discutido em nossas vidas. Muitas vezes, na correria do dia a dia, é necessário tomar decisões em segundos e, assim, agimos por impulso sem pensar nas consequências das nossas atitudes. Como resultado, impactamos as nossas relações e até a nossa saúde. Quando essa característica é frequente nos pais, pode ser repassada às crianças, estimulando uma nova geração do imediato.
O debate revelou temas importantes que ajudam os pais, a partir de reflexões essenciais, a evitar armadilhas.

A origem do imediatismo
De acordo com Rosely Sayão, o imediatismo pode não ser consciente. Ele é resultado de fatores culturais e comportamentais que vão se perpetuando e se desenvolvendo de diversas formas ao longo da vida.
O papel dos pais na educação é essencial. Um dos princípios para a formação de adultos menos imediatistas é, por exemplo, ensinar que as crianças precisam aprender a esperar. “As crianças são imediatistas por natureza. O choro, por exemplo, é uma forma da criança se expressar e mostrar que existe”, comenta.
Outro ponto importante é que os adultos aprendam a lidar com os sentimentos e ensinem o mesmo às crianças. “Temos que compreender as etapas da nossa vida. Não existe felicidade 24 horas por dia”, afirma Rosely.
Reflexos na saúde e no desenvolvimento infantil
Na saúde, o imediatismo vai além. O pediatra Hany Simon destaca que “essa é uma das razões que faz muitos pais ficarem em dúvida sobre atitudes e comportamentos de crianças completamente saudáveis”. O imediatismo também pode desenvolver alterações hormonais relacionadas ao stress e, a longo prazo, distúrbios de ansiedade. Além disso, atitudes imediatistas são tomadas até mesmo quando se referem a tratamentos corriqueiros, como o da dor e da febre. Nesse caso, o importante é priorizar o alívio responsável dos sintomas.
Fórmula de sucesso
Viver com equilíbrio, compreendendo o fluxo natural da vida, se blindando do imediatismo e das exigências dos padrões da sociedade não é fácil, mas é possível, por meio do auto-conhecimento. Segundo a coach Ana Raia, um ponto fundamental é aprender a viver com mais autoaceitação e amor próprio, reconhecendo seus limites. “É preciso compreender que somos imperfeitos por natureza, que nossa diversidade é a nossa maior força e que podemos ter e fazer tudo ao longo de uma vida, mas não ao mesmo tempo, lembrando sempre de ensinar isso aos nossos filhos”, conclui.
Alívio imediato não basta, defende campanha de TYLENOL®
Vivemos na geração em que o cotidiano é pautado pelo imediatismo, tudo é para agora e nem sempre se pensa nas consequências de cada escolha. E quando o assunto é saúde isso não é diferente, optando apenas pelo alívio imediato da dor.
Esse é o principal foco da campanha “Cuidar é mais que aliviar”, que mostra a importância de escolhas bem pensadas, com a marca protagonizando o alívio responsável da dor e da febre e despertando para a necessidade do cuidado na vida moderna.
O filme, feito pela agência J. Walter Thompson mostra a vida corrida nas grandes cidades com diversas ações do cotidiano marcadas pelo imediatismo. Segundo Ronaldo Art, gerente de mercado de OTC da Johnson & Johnson Consumo do Brasil, a campanha pretende despertar o consumidor para a importância do cuidado e do alívio eficaz e seguro da dor e da febre.
“Queremos estimular a reflexão sobre a importância de decisões bem pensadas, principalmente nos cuidados com a nossa saúde e a da nossa família”, afirma o executivo.

Fiz milhares de anotações que vão render outro post, com o meu ponto de vista sobre todo este papo!
Ainda sobre o evento queria dizer que amei de paixão conhecer pessoalmente a linda Fernanda Rodrigues, que escreve no Blog Cheguei ao Mundo, é mãe da Luiza de 5 anos e espera o segundo bebê! Fernanda foi mega simpática (talvez seja de nome isso, me apaixono por “Fernandas” com facilidade rs).


Tags

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Voltar ao topo