Uncategorized

7 dicas para um sono melhor

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
A insônia é um mal dos tempos modernos. Cada vez dormimos menos, por causa do estresse do dia a dia, maus hábitos e ambiente desfavorável. Já as pessoas que dormem bem têm melhor produtividade, atenção e concentração, produzem mais e melhoram seu equilíbrio imunológico, sendo menos suscetíveis a doenças.
Por aqui eu ando com a insônia me atormentando e este texto veio a calhar!

 Entrevistamos o Dr. José Antônio Pinto, otorrinolaringologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, para saber como dormir melhor e ter uma vida com mais qualidade.

 “Geralmente, um adulto saudável necessita de seis a oito horas de sono por noite, mas isso é variável, dependendo da idade, da genética e do ritmo de sono de cada um. As crianças necessitam, sim, de mais horas de sono, pois grande parte de sua produção hormonal acontece dormindo, principalmente o hormônio do crescimento. A privação crônica do sono traz graves consequências sobre o organismo, como o desenvolvimento de doenças imunológicas, endócrinas e cardiovasculares. As pessoas apresentam falhas de memória, atenção, raciocínio, alterações de humor e chegam até a depressão”, explica o médico.

 Dr. José explica que para ter uma boa noite de sono, é preciso manter um horário regular para dormir e levantar, em um ambiente com baixa luminosidade, sem ruídos e com temperatura amena.


Dicas para dormir melhor:
  • Antes de deitar, faça refeições leves
  • Tome um banho morno para relaxar
  • Evite a cafeína e prefira leite morno ou chás calmantes, como erva-doce ou camomila
  • Não faça uso de bebidas alcoólicas próximo ao horário de dormir
  • Não utilize remédios para dormir, hipnóticos, ou estimulantes, sem prescrição médica
  • Evite assistir TV na cama
  •  Pratique exercícios regularmente, porém, evite-os perto da hora de dormir
Dr. José ressalta ainda que, se mesmo seguindo todas essas dicas, você continuar dormindo mal, é melhor procurar um médico: “Hoje, temos especialistas em Medicina do Sono, que, por meio de questionários, exame físico e exames como a polissonografia, podem diagnosticar e tratar adequadamente o problema.”

Fonte: Dr. José Antônio Pinto, otorrinolaringologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Siga-nos no Instagram

Voltar ao topo