Uncategorized

Estou grávida, e agora? (Post 9: Auto- estima na gestação)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×


A gestação é uma fase da vida da mulher que marca uma divisão de águas!
A vida muda depois que nos tornamos mãe, seja de primeira, segunda, terceira ou muito mais viagens!
Junto com a gestação vem um turbilhão de sentimentos, medos, inseguranças e descobertas. Tudo isso aliado à mudança hormonal e física que a mulher sofre pode alterar a auto-estima.
Algumas mulheres se sentem lindas, poderosas, já outras nem tanto e hoje eu quero compartilhar com vocês dicas para manter tudo em ordem com a auto-estima enquanto o bebê cresce dentro do barrigão.


O corpo muda totalmente, pés incham, os seios além de doerem também incham bastante, a coluna tende a dar o ar da graça com dorzinhas que incomodam. Mas, peraí, também tem o lado bom: o cabelo fica lindo, nos sentimos o centro das atenções e por aí vai, então dá pra equilibrar tudo e tirar de letra todas as mudanças que a gravidez nos faz passar, não é?
Muitos planos, medos, curiosidades e expectativas passam por nossas cabeças e os sentimentos negativos é que acabam fazendo com que este momento que era pra ser só lindo, acabe sendo um período difícil mas não deve ser assim e nos podemos controlar tudo isso, basta um pouco de dedicação e paciência.

É óbvio que a maioria dessas preocupações é involuntária e faz parte da fase e acontecem também por conta dos muitos hormônios que insistem em remexer dentro de nós e nos deixam com o humor e emocional em uma verdadeira gangorra, que sobe e desce sem parar. E ao mesmo tempo que estamos mega felizes, desabamos num chororô que nem nós sabemos o motivo, não é?
Para começar saiba que essas mudanças de humor são normais e a primeira coisa a fazer é se respeitar. Se precisar desabafe, chore. Se se sentir cansada peça ajudam, se precisar de ar puro, saia e dê uma volta e se a vontade for ficar sozinha, permita-se.

Outra coisa que oscila muito é o apetite, em alguns momentos o enjoo é tão grande que não dá nem vontade de olhar pra comida, em outras a vontade é comer tudo que vemos pela frente.
Pense que é mais do que nunca, hora de manter uma alimentação saudável mas não se controle ao extremo, não fique passando vontade e uma extravagância ou outra é permitida, desde que o lado necessário da coisa se faça presente sempre, ou seja, que a alimentação esteja em ordem e balanceada com tudo que a mamãe e o baby precisam para completar a gestação cheios de saúde.

E as expectativas? Calma, ninguém nasce sabendo ser mãe.
Existe um instinto dentro de nós que nos dá amparo para isso mas aprender mesmo é só na prática, portanto não fique se preocupando, achando que não será boa nisso ou naquilo. Se você ficar pensando em coisas assim o tempo todo é muito grande o risco de ter depressão pós parto ou ficar com medo de tocar no seu bebê. Portanto confie que tudo dará certo, se informe, leia bastante e conte com a ajuda da mãe, da sogra, da vó, da amiga, ou de quem você se sentir mais a vontade para pedir umas dicas.

Claro que a com o nascimento do bebê a vida vai mudar e algumas coisas terão que se encaixar na nova rotina. Você não terá tanto tempo sobrando, terá que planejar muitas coisas, mas tudo tem um lado muito bom e é uma delícia curtir cada coisinha que a maternidade nos apresenta.
Mesmo que você não tenha planejado ser mãe, se jogue e saiba que vai aprender muito com este pequeno ser que entrará na sua vida.

Calma, você deve estar pensando: mas e meu corpo? Ele nunca mais será o mesmo?
O mesmo não, mas pode ser até melhor, viu lindona?
Claro que é normal engordar enquanto estamos gravidas, podem aparecer as temidas estrias e outras tantas mudanças, mas tudo é reversível e pode ser controlado.
Esperar um baby, estar grávida nos dá um ar de beleza natural lindo. Toda grávida tem uma luz incrível. Se aproveite dela!
Cuide-se, cuide da pele, com cremes e óleos apropriados tudo pode ser mantido em controle, aproveite para se curtir e se sentir poderosa!
E quanto ao peso a mais que você vai ganhar, algumas mulheres perdem tudo logo nos primeiros meses após o parto, outras com exercícios e disciplina alimentar demoram um pouco mais mas também recuperam o corpitcho. Algumas ficam com o corpo até mais bonito que antes.

A maior dica é: Curta, cada momento e desligue-se de tudo que te coloca para baixo.
Existem tratamentos próprios para gestantes, como drenagens, massagens, exercícios e eles dão um up no ânimo! Vale a pena investir!

Aproveite para namorar! Depois que baby chegar o tempo será escasso então curta o seu companheiro ao máximo, abuse dos carinhos e isso ajudará a se sentir bem!

E se mesmo assim o desânimo, medo ou qualquer outro espírito ruim baixar por aí, coloque sua música preferida e tente se ver apenas como mulher! Esqueça o restante e mais uma vez eu repito: Curta-se!

Veja os outros posts da série: Estou grávida, e agora?
Confirmação e teste de gravidez:
http://www.namiradamamae.com.br/2014/05/estou-gravida-teste-de-gravidez.html

os sintomas da gestação:
http://www.namiradamamae.com.br/2014/05/estou-gravida-e-agora-sintomas.html

Como dar a notícia:
http://www.namiradamamae.com.br/2014/05/estou-gravida-e-agora-como-dar-a-noticia.html

Exames:
http://www.namiradamamae.com.br/2014/05/estou-gravida-e-agora-exames.html

Enxoval:
http://www.namiradamamae.com.br/2014/05/estou-gravida-e-agora-enxoval.html

Tipos de parto:
http://www.namiradamamae.com.br/2014/06/estou-gravida-e-agora–tipos-de-parto.html

Quarto:
http://www.namiradamamae.com.br/2014/06/estou-gravida-e-agora-o-quarto.html

Mala da Maternidade:
http://www.namiradamamae.com.br/2014/06/estou-gravida-e-agora-mala-da.html

Tags

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Siga-nos no Instagram

Voltar ao topo