A MinhaLigthbox é um produto feito com exclusividade que vai deixar seu ambiente ainda mais perfeito!!
Uncategorized

Na Mira da Copa – Espanha

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×


Espanha é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica. Seu território principal é delimitado a sul e a leste pelo Mar Mediterrâneo, com exceção a uma pequena fronteira com o território britânico ultramarino de Gibraltar; ao norte pela França, Andorra e pelo Golfo da Biscaia e ao noroeste e oeste pelo Oceano Atlântico e por Portugal. O território espanhol inclui ainda as Ilhas Baleares, no Mediterrâneo, as Ilhas Canárias, no Oceano Atlântico, próximas da costa Africana e duas cidades autônomas no norte de África, Ceuta e Melilla, que fazem fronteira com o Marrocos. A Espanha é, depois da França, o segundo maior país da Europa Ocidental e da União Europeia.

1) Dados Principais

– Area: 505.954 km²
– Capital: Madri
– Moeda: Euro – EUR
– Nome Oficial: Reino da Espanha (Reino de España)
– Data Nacional: 12 de outubro – Aniversário do Descobrimento da América
– Idiomas: espanhol (oficial), basco, galego e catalão
– Religião: cristianismo 90,1% (católicos 92,3%, outros 1,8%, dupla filiação 1%, sem filiação 3%), agnoscismo e ateísmo 8,1%, outros 0,2%, islamismo 1,6%


2) História e Principais Características da Bandeira

A bandeira da Espanha foi adotada em 5 de outubro de 1981. As cores predominantes, que aparecem na bandeira espanhola, são a vermelha e a amarela. A bandeira espanhola é composta por três faixas horizontais. A faixa superior e a inferior são na cor vermelha e a do meio na cor amarela. A faixa amarela é o dobro do tamanho das faixas vermelhas. Na faixa amarela, no canto esquerdo, há o Escudo Nacional da Espanha. A cor vermelha, predominante na bandeira da Espanha, representa a conquista, a valentia e a alegria. Já a cor amarela simboliza o ouro (riquezas da Espanha). A bandeira da Espanha é também conhecida, popularmente, como rojigualda.


3) População

Formada por aproximadamente 47,5 milhões de habitantes, a população da Espanha é uma das maiores da Europa. A densidade demográfica, também chamada de população relativa, é de aproximadamente 90 habitantes por quilômetro quadrado; o crescimento demográfico é de 1% ao ano. A região que atualmente corresponde ao território espanhol foi habitada por fenícios, gregos, cartagineses, romanos, visigodos, entre outros povos. Atualmente, os principais povos são castelhanos, catalães, galegos, andaluzes e bascos, que reivindicam a independência da região Basca, localizada na porção norte da Espanha. Os espanhóis nativos compõem 88% da população total da Espanha. Depois da taxa de natalidade ter caído na década de 1980, a taxa de crescimento populacional da Espanha diminuiu, mas a população novamente cresceu baseada inicialmente no regresso de muitos espanhóis que emigraram para outros países europeus durante os anos 1970 e, mais recentemente, alimentada por um grande número de imigrantes que constituem 12% da população. Os imigrantes são originários principalmente na América Latina (39%), Norte da África (16%), Europa Oriental (15%) e África subsaariana (4%). Em 2005, a Espanha instituiu um programa de anistia de três meses através do qual foi concedida residência legal à imigrantes ilegais.


4) Principais Cidades

Madri, Barcelona, Valência, Sevilha, Zaragoza e Bilbao , Málaga, Oviedo, Vigo, Granada, Alicante, Palma de Mallorca


5) Principais Pontos Turísticos

A Espanha é um país no qual é possível encontrar diversas opções de passeios turísticos nas mais variadas áreas como história e arte. A diversidade de sua cultura chama a atenção de turistas do mundo todo. O turismo é uma das principais bases da economia do país. A variedade de costumes, cultura, gastronomia e o clima são os principais fatores que contribuem para o sucesso nesta área. Citamos abaixo três dos principais pontos turísticos e culturais da Espanha em nossa opinião:

– Templo da Sagrada Família
Principal atração de Barcelona, a Sagrada Família é uma daquelas poucas Igrejas do mundo que realmente valem a pena pagar para entrar. E olha que o ingresso passa longe de ser baratinho – a entrada custa 12 euros, ou seja, quase 40 reais! Projeto máximo de Antoni Gaudí, a igreja precisa mesmo da grana dos turistas. A construção começou em 1882 e Gaudí trabalhou nela durante 40 anos. Mesmo assim, a Sagrada Família segue sem ser finalizada. A previsão atual é que a Igreja esteja finalmente pronta em 2026, ano do centenário da morte do arquiteto.

– Catedral de Santiago de Compostela
Esta Catedral foi construída entre 1075 e 1128 em estilo românico e é encontrada no centro histórico de Santiago de Compostela. Foi construída durante a Reconquista Cristã e é o ponto final dos peregrinos que fazem o Caminho de Santiago dedicado ao padroeiro espanhol Santiago Maior.


– Hospital Saint Paul
Pode parecer estranho, mas o hospital é um dos cartões-postais de Barcelona. O Saint Paul aparece em praticamente qualquer lista das maiores atrações turísticas da cidade. Construído a partir de 1901, esse antigo hospital é Patrimônio Mundial da Unesco e famoso em todo país por conta da arquitetura. O prédio funcionou como hospital até 2009, mas agora está sendo restaurado para virar um museu. Ele fica perto do Templo da Sagrada Família, cerca de 15 minutos de caminhada.


6) Alguns fatos curiosos

– Embora esteja sendo aos poucos sendo abandonado, o costume de tirar um cochilo após o almoço (siesta) ainda é comum na Espanha. Nas cidades do interior, os espanhóis costumam parar de duas a três horas para dormir após o almoço. Neste período, grande parte dos estabelecimentos comerciais ficam fechada;
– Na Espanha o jantar ocorre entre as 21h e 22h. É a população, entre os europeus, que faz o jantar mais tarde;
– Peixes e frutos do mar são muito apreciados na culinária espanhola. Os espanhóis tem o costume de sempre comprar peixe fresco;
– Um dos pratos mais tradicionais da culinária espanhola é a paella. Outros pratos típicos da culinária espanhola são: fabada asturiana, sopa castelhana, cozido madrilenho, polvo à galega e o cozido montanhês;
– Em várias regiões da Espanha, as pessoas costumam usar o anel de casamento no dedo anular da mão direita;
– Os espanhóis usam o pão como acompanhamento em grande parte dos pratos da culinária;
– O “Dia de Reis” (06 de janeiro, feriado nacional) é mais importante que o Natal para as crianças espanholas. Há desfiles pelas cidades com os Reis Magos vistos por milhares de crianças que esperam ansiosas seus presentes (ou carvão, caso tenham se comportado mal). As crianças esperam que os Reis Magos levem os presentes à casa e deixam pratos com comida para os reis e água para os camelos, para que possam descansar um pouco depois da longa viagem;
– Ainda nessa data, a comida tradicional é a Rosca dos Reis Magos, preparada com frutas cristalizadas e um brinquedo escondido no meio da massa;
– No final de fevereiro a Espanha também tem o carnaval. Em Santa Cruz do Tenerife, a festa de carnaval segue os mesmos moldes do carnaval do Rio de Janeiro;
– Uma das mais estranhas festas espanholas é a Correfoc. Nela, algumas pessoas se fantasiam de diabos e começam a dançar segurando fogos de artifício;
– Na Espanha os filmes são todos dublados, e ver os filmes com legendas é uma exceção. Os filmes são vistos dublados não só na tv, mas também no cinema e na tv a cabo;
– A tradição mais polêmica de toda a cultura espanhola é a Tourada (ou Corrida de Toros, como é conhecida na Espanha);
– A tourada é assistida por um presidente, homem que ao final do duelo decide se o toureiro fez um bom espetáculo e se merece ganhar os “troféus” da disputa, que são as orelhas e a cauda do touro.


7) Receita Delícia para a Mamãe: Paella a Valenciana

A paella a valenciana é um clássico da culinária espanhola e mundial. Se você quer um prato para impressionar seus convidados, a paella é a uma ótima escolha.

Ingredientes:
– 1 kg de Frango inteiro  em pedaços médios
– 300 gr de pescada branca em filés
– 250 gr de lula
– 250 gr de camarão sete barbas
– 250 gr de marisco limpo(s)
– 100 gr de lombo de porco
– 150 gr de linguiça portuguesa em fatias
– 6 unidade(s) de camarão pistola
– 300 gr de arroz
– 1 lata(s) de ervilha
– 1 unidade(s) de cebola picada(s)
– 2 dente(s) de alho picado(s)
– 2 unidade(s) de pimentão vermelho
– 2 unidade(s) de tomate picado(s), sem pele(s)
– 1 colher(es) (sopa) de manteiga
– 1/2 xícara(s) (chá) de azeite
– açafrão a gosto

Como fazer:
Salgue todas as carnes separadamente e reserve. Coloque numa panela a manteiga e o azeite, frite primeiro o frango até dourar, retire, vá fritando na mesma gordura e reservando num recipiente a parte, pedaços de peixe, lula, lombo, camarões sete barbas. Refogue nesta gordura a cebola picada o alho picado os tomates sem pele e os pimentões cortados em triângulo. Coloque todas as carnes fritas reservadas de volta ao fogo, com uma xícara (chá) de água quente. Deixe no fogo por cerca de 15 minutos. Acrescente o açafrão, o arroz, os mariscos, a lingüiça e 3 xícaras (chá) de água quente mexendo apenas uma vez, junte os 6 camarões que irão ser usados para enfeitar o prato, deixe no fogo baixo por cerca de 20 minutos. Cerca de 5 minutos antes de estar pronto, retire os camarões grandes, coloque as ervilhas e mexa. Reserve um pouco de água quente e acrescente se achar necessário. Depois de pronto deixe a panela tampada por 5 minutos antes de servir. Enfeite com os camarões grandes.


8) Como se diz…?

– Amor: Amor
– Família: Familia
– Mamãe: Mamá
– Papai: Papá
– Bebê: Bebé
– Filhos: Niños


9) Imagens

Em familia
** Família Real da Espanha

Paisagem

Wallpaper para personalizar


Fontes:
http://cybercook.com.br
http://www.suapesquisa.com
http://pt.wikipedia.org
https://translate.google.com.br
http://online.jornaldamadeira.pt
http://www.brasilescola.com
http://www.zun.com.br/
http://www.360meridianos.com
http://static.panoramio.com
http://turismogalicia.blogspot.com
http://pt.shvoong.com
http://wallpaper.ultradownloads.com.br
http://st.gdefon.com
http://cdn.record.xl.pt







Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Voltar ao topo