A MinhaLigthbox é um produto feito com exclusividade que vai deixar seu ambiente ainda mais perfeito!!
Uncategorized

Ser madrinha (Por Ana Luiza a dinda da Fefê)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

A  Ana descreveu exatamente como pensamos o cargo de madrinha e padrinho!
=)


“Ser Madrinha!

Comecei a pensar e raciocinar sobre ser madrinha, a pensar o que leva os pais a escolherem quem será a madrinha, essa pessoa que tem um papel tao importante, não só na vida da criança como na vida dos pais! Madrinha é pra sempre, não tem como você escolher a madrinha e depois de um tempo se arrepender e trocar de madrinha. Por isso concluí que a madrinha é uma pessoa especial, amada, que traz confiança pros pais que a convidaram para esse papel tão importante. Segundo as tradições na falta dos pais, os responsáveis são os padrinhos, são eles também, que introduzem a criança na religião. Pra mim ser madrinha é isso e tudo mais, é confirmar que eu sou especial e importante para Geisa e o Erick, que eles confiam e acreditam que sou capaz de cuidar e amar, assim como eu amo incondicionalmente a Fernanda. É um pouco ser mãe, ser tia, ser dinda! É acompanhar cada passo, cada sorriso, cada choro, cada manha. É mimar, mimar, mimar até estragar. É dar doce na hora do almoço, batata-frita e coca-cola, e ver a mãe fazer cara feia! Ser madrinha é uma benção, ser madrinha é o máximo, ser madrinha é educar e dar amor. Ser madrinha me faz muito mais feliz!”















Claroooooooooooooooooooooo que a mamãe aqui chorou lendo isso e teve mais certeza ainda que se juntar a dinda Edilene, o dindo Reginaldo e o dindo Ale com a dinda Ana a Fefe tem os melhores dindos do mundo! Nós amamos vcs!

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Voltar ao topo