A MinhaLigthbox é um produto feito com exclusividade que vai deixar seu ambiente ainda mais perfeito!!
Uncategorized

Alimentação Infantil até 2 anos (Parte 4 e 5)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×


Os dez passos para uma alimentação saudável para crianças menores de 2 anos, segundo o Ministério da Saúde:
Por Ana Claudia Godoy, nutricionista!


PASSO 4 – A alimentação complementar deve ser oferecida de acordo com os horários de refeição da família, em intervalos regulares e de forma a respeitar o apetite da criança.

Mamãe, o bebê deve receber alimentos quando demonstrar fome. Horários rígidos para a oferta de alimentos prejudicam a capacidade da criança de distinguir a sensação de fome e de estar satisfeito após a refeição. No entanto, é importante que o intervalo entre as refeições seja regular (2 a 3 horas).

Orientações importantes para as mamães:

• É necessário saber distinguir o desconforto da criança por fome de outras situações como, sede, sono, frio, calor, fraldas molhadas ou sujas, e não oferecer comida ou insistir para que a criança coma, quando ela não está com fome.

• Oferecer a alimentação complementar, sem rigidez de horários, com intervalos regulares para que a criança sinta a necessidade de se alimentar (fome). Nos primeiros dias de oferta de alimentos complementares a mãe pode oferecer leite materno, caso a criança demonstre que não está saciada.

• São desaconselháveis práticas como prêmios ou castigos para conseguir que as crianças comam.

• Crianças precisam ser estimuladas a comer, nunca forçadas.

PASSO 5 – A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida de colher; iniciar com a consistência pastosa (papas/purês) e, gradativamente, aumentar a consistência até chegar à alimentação da família.

Orientações importantes para as mamães:

•No início da alimentação complementar, os alimentos oferecidos à criança devem ser preparados especialmente para ela.

•Nesta fase os alimentos devem ser amassados com o garfo. A consistência terá o aspecto pastoso (papa/purê). A utilização do liquidificador e da peneira é totalmente contraindicada.

•A partir dos 8 meses, algumas preparações da casa como o arroz, feijão, cozidos de carne ou legumes podem ser oferecidos à criança, desde que amassados ou desfiados e que não tenham sido preparados com condimentos (temperos) picantes e excessivos.

•Não oferecer, como refeição, alimentos líquidos tipo sopas, caldos e sucos.

Recomendações para a papa salgada:

a)Cozinhar todos os alimentos, para deixá-los macios.
b)Amassar com garfo, não liquidificar e não passar na peneira.
c)A papa deve ficar consistente, em forma de purê grosso.
d)A primeira papa salgada pode ser oferecida no almoço ao completar 6 meses e quando o bebê completar 7 meses, conforme a aceitação, introduzir a segunda papa salgada no jantar.

…continua

ATUALIZAÇÃO:
Links dos outros passos!

1 Amamentação:
http://www.namiradamamae.com.br/2013/09/alimentacao-saudavel-para-criancas.html

2 Introdução Alimentar:
http://www.namiradamamae.com.br/2013/09/alimentacao-saudavel-para-criancas_16.html

3 Alimentos complementares: 
http://www.namiradamamae.com.br/2013/09/alimentacao-para-criancas-menores-de-2.html

6, 7 e 8 Alimentação Variada e consumo de açucares:
http://www.namiradamamae.com.br/2013/09/alimentacao-infantil-ate-os-2-anos.html

9 e 10 Higiene e incentivo a alimentação da criança doente:
http://www.namiradamamae.com.br/2013/09/alimentacao-infantil-ate-os-2-anos_23.html

Sobre o Autor

Geisa Simonini

Uma escorpiana geniosa, brava e determinada. Estudei Administração e Marketing e sempre atuei na área comercial e de eventos. Tenho uma cabecinha cheia de idéias e adoro trabalhar com pessoas, afinal para mim, tudo que a vazio de pessoas não faz muito sentido. Sou doidinha por redes sociais e ligada 24 horas por dia, sabe aquela pessoa que não pára? Essa sou eu!
Mas se for para me resumir mesmo: Sou a mãe da Fernanda (e da Camille que ainda está no forninho) e da função de mãe nasceu esse blog onde compartilho com vocês nossas histórias, dia-a-dia e aprendizados

Publicidade

Parceiros

Voltar ao topo